Dicas rápidas de fotografia:

Lentes caríssimas, câmeras de última geração, muitos megapixels. Não é preciso nada disso para tirar boas fotos. Quem é amador ou apenas curte registrar as férias e os momentos com os amigos pode fazer isso de um jeito bacana. Uma dica é prestar atenção no enquadramento: tente posicionar o assunto da foto nos chamados pontos áureos, ou seja, os pontos onde as linhas se cruzam quando você divide o quadro em três partes horizontais e três verticais, em vez de colocá-no no centro da foto, por exemplo. O fotógrafo André Spinola e Castro, colaborador de VIDA SIMPLES e professor da escola Rever, em São Paulo, dá 5 dicas para você fotografar em algumas situações comuns:

1. Paisagens: Em fotos de paisagem, é difícil mostrar a dimensão do lugar sem ter pessoas na foto. Ao clicar o Cristo Redentor, por exemplo, vale mostrar, além da estátua, as minipessoas embaixo, para dar ideia da grandiosidade. Brinque com os tamanhos da figura humana em relação ao cenário.

2. Crianças: A foto tem que ser uma brincadeira; você tem que ter a idade das crianças que estão sendo fotografadas. Tente se abaixar, ficar na altura delas. Aqui não adianta forçar nada, pedir poses: quem dita o ritmo são elas. E, como criança se cansa rápido, aproveite enquanto têm pique.

3. Fotos documentais: Você está de férias no Chile e de repente vê uma passeata. Como registrar? Tente incluir elementos que ajudem a contar a história. Mas não fique só nos acontecimentos centrais. Mostre o que está ao redor. É uma greve? Veja o impacto no trânsito, as pessoas olhando, o policiamento.

4. Retrato: A foto deve ser um meio-termo entre uma pose em que a pessoa esteja à vontade e uma postura que seja visualmente eficaz. Por isso, pesquise com a pessoa uma posição em que ela se sinta bem. Depois, faça pequenas alterações, bem sutis, até que a postura esteja como você gostaria.

5. Foto noturna: Aqui a dica é simples: desligue o flash e veja o que acontece. Se você não tem uma lente clara, aumente o tempo de exposição da câmera. Para que a foto não saia tremida, apoie-a em algum lugar, no beiral de uma janela, por exemplo, ou um tripé. Pode ficar melhor do que você pensa. [M. de Mulher]

 

Anúncios

Revisão Instagram :

  • Meu vans boladinho e acabado.
  • Comprei um sneaker e tô amando ele eternamente
  • Meu primo lindão com o meu óculos
  • Tablet sempre no intagram (Porque sou viciada)
  • Leite mais chocolate em pó mais canela pra alegria da criança aqui !
  • Eu sensualizando (só que o oposto disso) com um batom vermelho sensual. ui

Tá esperando o que pra curtir meu intagram? @Lauraaguedes2 

 

 

Guia de profissão- Fotografia:

Curso:
Há apenas dois bacharelados no país. Os cursos dão ênfase à fotografia digital, sem abandonar o estudo sobre os processos analógico e fotoquímico. Têm boa base teórica, mas muita experimentação e aulas práticas. A estrutura curricular é dividida em duas partes: fundamental e de desenvolvimento e especialização. Na primeira, o aluno conhece as principais teorias e técnicas fotográficas. Na seguinte, o estudante entra em contato com os núcleos de formação profissional, como retrato/moda, gestão de acervo, fotojornalismo e crítica fotográfica, entre outros. O estágio não é obrigatório, porém é preciso apresentar um trabalho de conclusão antes da formatura.

Duração média: quatro anos.

 

Como é a Profissão do Fotógrafo?

Fotógrafo é a designação profissional para alguém que elabora fotografias estáticas ou dinâmicas. O termo abrange atividades profissionais em campos como, por exemplo, fotografia de filmes, fotojornalismo, fotografia de publicidade, fotografia de natureza, fotografia de moda, aerofotografia,fotografia subaquática, fotografia documental, fotografia de guerra, fotografia panorâmica.

Mercado de Trabalho:

O mercado já tem muitos profissionais e as vagas são bem concorridas,principalmente no sudeste, como no Rio de Janeiro e em São Paulo mas isto não deve desanimar alguém que queira fazer este curso.Os mais qualificados são requisitados a toda hora e no mercado surgem vagas em várias áreas, sobretudo na publicitária. Jornais e revistas mantêm sua equipe de fotógrafos contratados, pois precisam deles o tempo todo. É possível trabalhar como fotógrafo social, registrando casamentos, festas e eventos ou ainda trabalhar como prestador de serviços para empresas jornalísticas, editoras de livros e agências de publicidade. Também pode atuar na edição e manipulação de imagens com ajuda de softwares de computadores. A época de eleições abastece o setor, dando oportunidades de realizar a cobertura fotográfica da campanha dos candidatos.

Onde Atua o Profissional?
Ser fotógrafo de natureza ou documentarista são apenas duas das muitas possibilidades de atuação. Há profissionais, por exemplo, que trabalham em estúdios,outros são especialistas em moda, outro em produtos, outros são especializados em Festas – como Casamento, Formatura e etc.

O que você pode fazer:
Área pericial
Documentar situações para investigações policiais e ações judiciais.

Arquitetura de interiores
Fotografar maquetes, ambientes e edifícios para publicações de arquitetura e decoração.

Banco de dados
Projetar, instalar e administrar arquivos de fotografias e material iconográfico em museus, instituições e centros de documentação.

Curadoria
Organizar e promover exposições em museus, galerias, centros de documentação e informação e eventos.

Estúdio
Fotografar produtos e modelos para moda, culinária, decoração, publicidade e venda de produtos.

Fotojornalismo
Fazer reportagem jornalística e editar fotografias para jornais, revistas, agências de notícias e sites.

Restauração e conservação
Pesquisar, desenvolver e aplicar técnicas para recuperar e conservar fotografias, cromos e filmes fotográficos.

Salário Incial: de aproximadamente R$800,00 a R$2.000,00 (se caso você não é assinado em uma empresa expesifica, o seu salário depende da sua produção, geralmente fotógrafos preferem ser free-lance.)