PROJETO COLOR+CITY:

Depois que eu vi esse vídeo, mudei o conceito sobre São Paulo, percebi que ela é sim uma cidade ”feia” sem muita arte, sem um marco, que São Paulo não tem uma ”Estátua da Liberdade” ou um ”Cristo Redentor” pra mostrar pro mundo, que ela é morta de arte e cultura em muito locais dela, não falo só na capital e sim de um todo do estado. E de tudo o que ela trás pra gente, arte é muito pouco compartilhada.  E vejo o grafite uma arte contemporânea incrível, viva, bonita, que acaba animando qualquer um que vê essas artes pintadas nos muros de sampa em qualquer cidade, viela,favela.

Recomendo muito que todos que estão lendo esse post veja esse vídeo de menos de cinco minutos. É um projeto mais que preciso que é o seguinte:  Você entra nesse site aqui e você fala aonde você quer fazer sua arte ”doando” e autorizando seu muro, fachada ou algum espaço livre, mostre fotos do local, e depois é só esperar algum artista escolher (e não demora muito). Porém se caso você quer pintar, é diferente: Escolha e reserve no mapa -que está no site- um espaço que quer pintar, cada artista pode reservar um espaço por vez e cada espaço fica reservado por 35 dias. Pra isso acontecer, use o login do Google+

Se caso você têm algum projeto pra compartilhar com a gente, só entrar em contato! E lembrem-se grafite é totalmente diferente de ”pichação” que não é arte e sim vandalismo, ou seja, é crime.

 

Anúncios

Paris vs New York

Dois lugares maravilhosos e sempre visitados por turistas de todo o mundo. O ilustrador e artista plástico Vahram Muratyan teve a ideia brilhante de juntar Paris e Nova York – já que ele sua vida dividida entre eles- e mostrar o ”melhor dos dois mundos” com ilustrações lindas:

Tudo começou em um blog  em 2010 que deu origem a livros e quadros das obras minimalistas.

UFA!! linda as ilustrações não?!

 

 

Imagens- Raphael Vicenzi:

Raphaël Vicenzi, mais conhecido como Mydeadpony, é um auto-didata artista que vive em Bruxelas, cuja ilustração obras de arte e aquarela técnicas são influenciadas pela moda, arte de rua e grafite. Tradicional combinação de mão-desenho com as novas técnicas digitais, ele cria imagens imensamente detalhadas que são meticulosos e etéreo. Seus trabalhos foram publicados no Illustration Now 3, o belo, o Nova Era de Desenho Feminino e muitas outras publicações. Representada pela agência comercial superior, Colagene, Rafael está na vanguarda do movimento de ilustração.

 

Guia de Profissão- Artes Plásticas:

Curso:

Como há muitas opções em todas as regiões do país, é preciso atenção para escolher o curso, pois há diferentes habilitações, como animacão gráfica e cerâmica.
A maior parte dos cursos são licenciaturas, que preparam o professor para atuar na Educação Infantil e nos ensinos Fundamental e Médio. Depois de fazer a opção
pela graduação que mais lhe convier, ainda no vestibular é necessário passar por provas de aptidão. Na faculdade, o forte do currículo são as disciplinas da área de
humanas, como história da arte, com as diversas correntes artísticas do Brasil e do mundo, multimeios, sociologia, filosofia, estética, semiótica e comunicação. A
carga horária das matérias práticas também é grande, com desenho, pintura e imagens digitais, entre outras. Para se formar, é preciso apresentar um trabalho de
conclusão de curso. Algumas escolas também exigem um período de estágio.

Duração média: quatro anos.

 

O que faz?

Trabalha criando obras de arte (quadros, esculturas, objetos de cerâmica, instalações artísticas).O curso de Artes Plásticas tem como objetivo a
formação de artistas e educadores. O curso proporciona, além das matérias teóricas, a prática de ateliês e oficinas de Desenho,
Pintura, Gravura, Cerâmica, Modelagem, Madeira, Metal e Fotografia. Características profissionais importantes (aptidões, habilidades e competências) Criatividade,
domínio das técnicas de criação artística (pintura e escultura), interesse por formas e cores, habilidade motora e sensorial.
O Artista Plástico pode trabalhar em museus, galerias, centro culturais e exposições, organizando mostras de outros artistas, monitorando eventos, e desenvolvendo
pesquisas a
partir do acervo ou de arquivos das instituições.
Pode ainda se dedicar à crítica de arte, à área acadêmica, à criação publicitária, produção gráfica, editoração eletrônica, criação de vitrines e cenários, entre
outras.

Mercado de Trabalho:

“A demanda existe porque a questão da arte visual está presente em várias áreas da atividade humana. Hoje a visualidade está no celular, na capa do caderno, no computador, na parte gráfica”, explica Maria Christina de Souza Lima Rizzi, coordenadora do curso da USP. Além disso, o maior incentivo dos governos federal, estadual e municipal na área cultural faz esse profissional encontrar trabalho em institutos e centros culturais, atuando como monitor, organizador de eventos, educador e coordenador. O terceiro setor (organizações sem fins lucrativos, como ONGs) é outra possibilidade de emprego para esse profissional na curadoria de exposições ou em trabalhos sociais. Dar aulas, para quem é licenciado, é boa opção em escolas do Ensino Infantil, Fundamental e Médio. Além de cumprir a carga horária obrigatória, há muitos estabelecimentos de ensino que oferecem cursosextracurriculares aos alunos. Essa prática vem crescendo nas instituições particulares, abrindo vagas para mais professores. Lecionar em cursos livres de artes é outra opção. Os grandes centros, como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, apresentam demanda. “O Nordeste também possui um bom mercado. A formação cultural deixou de ser um privilégio só de grandes capitais, há locais que propagam cultura própria”, afirma Maria Christina Rizzi.

Especializações:

O artista plástico poderá complementar seu currículo com cursos na área de design de objetos, ensino de arte, arte e marketing, museologia, restauração de obras de arte, história da arte, etc.

Conhecimentos Necessários:

Língua portuguesa.
Artes em Geral.
Comunicação social
Língua estrangeira. (recomendável)
Softwares específicos (de acordo com a atividade desenvolvida)

O que você pode fazer: 

  • Escultura

Criar formas tridimensionais com diversos materiais, como metais, pedra, madeira, argila ou gesso.

  • Ensino

Com licenciatura, dar aulas de educação artística em escolas do ensino básico. Em faculdades, lecionar disciplinas específicas, como história da arte.

  • Eventos

Selecionar e classificar obras de arte para a organização de mostras e exposições.

  • Gravura

Desenhar figuras em relevo sobre uma superfície plana de madeira, pedra, tecido ou metal, para posterior impressão.

  • Multimídia

Elaborar vinhetas, ilustrações ou desenhos animados para emissoras de TV, sites ou exibições públicas, empregando técnicas de animação, vídeo e computação gráfica.
Planejar a exposição de obras interativas em museus e galerias.

  • Pintura e desenho

Representar formas em papel, telas ou paredes usando lápis, tinta, aquarela, pastel, esmalte, cera e outros materiais.

  • Restauração

Recuperar obras e objetos de arte antigos ou deteriorados, mantendo suas características originais.

Salário Médio:
R$ 1530,00