EU SIMPLESMENTE SOUBE

Por: Marcella Brafman

Seria mais fácil se nosso destino já viesse traçado. Mas talvez não seja assim. Relaxaríamos e aproveitaríamos com mais facilidade os amores errados. Por só, e somente, por curtição. Não insistiríamos em manter na nossa vida a pessoa que nunca liga, nunca responde a mensagem ou sempre tem uma desculpa esfarrapada na ponta da língua. Deixaríamos essa pessoa pra lá. “Está traçado, só preciso ter calma, uma pessoa companheira, legal e feita para mim vai chegar”. Mas não é assim. O destino é um acaso. E talvez a vida seja desvendar os momentos certos.
Refleti isso porque me lembrei de algo que minha tia me contou. Ela é muito inteligente e se casou com um cara tão bacana quanto ela. Perguntei em que momento ela soube que era ele. “Eu simplesmente soube”, ela respondeu. São casados há muito anos, tiveram filhos incríveis e a família (não é porque faz parte da minha) é muito companheira.

Para simplesmente saber que a pessoa que chegou é a certa ou um grande amor, infelizmente não tenho a fórmula. Veja só minha tia, que achou o amor do outro lado do mundo e é apaixonada há tantos anos. Nem ela soube me explicar.

Até chegar nesse saber, vamos achar várias vezes. Quebrar a cara, cair, levantar. Jurar por Deus que não vamos nos esforçar tanto de novo. E tentar mais uma vez. Só mais uma vez. E mais duas, três… Acredito que se algo começa com um pensamento de “talvez”, dificilmente será de verdade, pleno, intenso, com defeitos e compreensões na medida saudável que o sentimento tranqüilo pede. O que vale a pena, precisa nos dar algum motivo para acreditar. Amores difíceis quase nunca dão.
Entende?

Vamos “simplesmente saber” quando pararmos de procurar o perfeito, traçado de uma forma totalmente tola pela nossa imaginação. É aí que está o timing do destino que falei. E para perder ele, basta acreditar que o que está na nossa frente nunca é o suficiente.

Escrevo para as mulheres que imaginam demais. Eu também sou assim. Não as culpo, é nosso maior defeito de fábrica. Não nos permitimos sentir porque o que imaginamos é muito melhor. É difícil entender que isso que queremos só existe na nossa cabeça. Abrir os olhos para a realidade pode ser cruel. Mas também pode ser uma delícia.

Procurar sempre pelo perfeito é sabotar o tempo certo do destino. Abra mais olhos, não perca o timing. Não perca a pessoa legal e interessante que investe na sua companhia. Esse cara pode não ser o homem ideal que a sua imaginação traçou, mas é o homem que gosta de você. Que quer cuidar de você.
Depois que relaxar dessa busca desenfreada, eu tenho certeza, você vai simplesmente saber. E jamais saberá explicar como aconteceu. O amor tem disso de ser totalmente surreal.

É por isso que a gente só sente e não consegue explicar. Porque a gente simplesmente sabe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s