Leitura- Conselho Barato :

 

 

Por: Nunca Fui  Miss

Vai nessa de achar que todo mundo está esperando você cair pra te dar as mãos e te ajudar a levantar, vai achando que todos são seus amigos o suficiente pra te dar aquela forcinha. Aliás, vai confiando em todo mundo pra você ver. Às vezes, sou meio pessimista, confesso; em relação às coisas, às pessoas, aos momentos, mas tem horas que eu sou apenas realista mesmo e essa realidade pode ser bem cruel com a gente. Quantas pessoas já foram enganadas por confiar demais em alguém? Não existe um número exato, nem existe lógica pra isso, mas é a vida.

Eu tenho criado algumas alternativas para não me decepcionar com as pessoas, mas a receita nunca funciona. Por que raios a gente não pode viver sem esperar dos outros alguma coisa? Por que cargas d’água viver a nossa vida e confiar apenas em nós mesmos não é o suficiente? As teorias não funcionam, a prática muito menos. Seria um universo ideal aquele onde as pessoas são sensatas o bastante para não te deixarem de cara no chão ou falarem mal de você pra alguém. Seria uma realidade perfeita aquela onde as pessoas que dizem ser seus amigos são realmente seus parceiros e não estão do seu lado por interesse ou algo do tipo. Acho que hoje se encontrasse com a fada do dente daria umas belas porradas nela por não ter feito o que eu pedi…

Dizem que a situação é como você vê e o drama é o do tamanho que você sente. Eu tenho sentido muita gente hipócrita e falsa ultimamente, que se aproveita de situações, que manipula diálogos e sempre sai por cima. Tenho visto uma série de devaneios meus iniciando com droga e terminando com por que-fiz-isso-de-novo?. Acho que nos acostumamos tanto com as mesmas coisas chatas de sempre que nunca paramos pra pensar em mudar a tal coisa que incomoda.

Daí reclamar é sempre o mais fácil, é sempre o mais prático. Daí o gigante vai crescendo e tomando proporções inenarráveis. Daí você se pega deitada numa cama e pedindo oh, meu deus, que o mundo acabe. Daí você culpa alguém por estar nessa situação. Daí que se você continuar assim nada nunca vai mudar. Sério, pensar sobre essas coisas cansa, não é mesmo? É frustrante, é chato. Porque nunca vai funcionar do nosso jeito e se funcionasse ainda assim acharíamos defeitos.

Esse post não é um mantra pra ninguém seguir, não é nem algo que você deva concordar. É um desabafo, que pode até parecer conceitual demais, que talvez algumas pessoas até não entendam e achem que eu estou ficando pirada ou que baixou o meu açúcar. Talvez seja apenas um alerta pra você não confiar tanto nas pessoas que te dão aquele apoio superficial de sempre e um eu te amo barato nas redes sociais. Nem naquelas pessoas que enchem a sua bola ou puxam seu saco demasiadamente. Pra você, de repente, parar de aceitar ouvir aquela pessoa falando mal de alguém pra você, porque sabe que certamente ela falará mal de você pra alguém. E toda essa baboseira de sempre que você deve ser quem você quiser sem se importar com o que pensam e blá blá blá. Na real, sabe quem tem razão? Aquela pessoa que inventou o ditado popular do “ninguém tá ligando pro rabo de ninguém!” Chora, pode chorar, chora mesmo. Um dia a gente aprende a deixar o mimimi de lado e essas pessoas – sim, essas que nos fazem mal – também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s