Guia de profissão- Psicologia:

O que é?

É o estudo dos fenômenos psíquicos e do comportamento do ser humano por intermédio da análise de suas emoções, suas ideias e seus valores. O psicólogo diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente e procura ajudá-lo a identificar as causas dos problemas e a rever comportamentos inadequados. Esse profissional atua em consultórios, em hospitais e nas mais variadas instituições de saúde, como clínicas estéticas e spas, contribuindo, do ponto de vista psicológico, para a recuperação da saúde das pessoas. Em escolas e instituições, colabora na orientação educacional. Em empresas, participa da seleção e do treinamento de pessoal e promove programas de adaptação dos funcionários. Também elabora, aplica e analisa pesquisas de mercado para o departamento de marketing. Pode atuar, ainda, em consultorias de RH e colocação profissional, instituições judiciárias, presídios, instituições de reabilitação e clubes de esporte. É necessário registrar-se no Conselho Regional de Psicologia para exercer a profissão.

E como está o mercado de Trabalho?

A resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que aumenta de 24 para 40 o número de sessões com psicólogos que devem ter cobertura dos planos de saúde melhora o mercado na área clínica, em especial nos grandes centros urbanos. “A psicologia jurídica também cresce, bem como a contratação do profissional no departamento de recursos humanos das empresas”, diz Adriana Bernardes Pereira, coordenadora do bacharelado em Psicologia da PUC-Goiás. “O setor público também absorve uma parte dos profissionais, que trabalham nas secretarias de Educação, Esporte e Saúde.” Ainda no setor público, o psicólogo pode participar de equipes multidisciplinares dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), ambos integrantes do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. No segmento educacional, o psicólogo é demandado por diferentes instituições, como escolas, creches e ONGs. As regiões Sudeste e Sul concentram o maior número de oportunidades de trabalho.
Salário inicial: R$ 1.815,00 (fonte: Sindicato dos Psicólogos no Estado de São Paulo); R$ 122,00 (por consulta); fonte: Conselho Regional de Psicologia de São Paulo.

Curso:

O curso aborda as diversas correntes da psicologia e introduz o aluno em várias áreas, como psicologia clínica, social, escolar e organizacional. Há disciplinas obrigatórias, como neurologia, antropologia, teoria psicanalítica e psicologia do desenvolvimento, e optativas, como psicologia do excepcional e problemas de aprendizagem. As novas diretrizes também passam a valorizar mais as disciplinas de pesquisa e o estágio (obrigatório) em várias áreas. Algumas instituições possibilitam aos alunos realizar atendimentos à comunidade em diversas áreas, como clínica e orientação profissional.

Duração média: cinco anos.

Outro nome: Psicomotricidade.

O que eu posso fazer? 

 

  • Psicologia clínica:  Atender pessoas que sofram de problemas emocionais. Essas intervenções podem ser individuais, em grupos, sociais ou institucionais.
  • Comportamento do consumidor: Estudar o comportamento de determinado grupo de consumidores, para orientar o marketing de empresas privadas e agências de publicidade.
  • Orientação profissional: Orientar estudantes na escolha do curso e da profissão a seguir.
  • Psicologia esportiva: Orientar atletas e prepará-los emocionalmente para atividades esportivas e competições. Maximizar o seu rendimento e promover a harmonia entre os membros de equipes e times.
  • Psicologia educacional: Ajudar pais, professores e alunos a solucionar problemas de aprendizagem. Colaborar na elaboração de programas educacionais em creches e escolas.
  • Neuropsicologia :Atua no diagnóstico, no acompanhamento, no tratamento e na pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob o enfoque da relação entre esses aspectos e o funcionamento cerebral.

 

Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s